4 de dezembro de 2012

Cápirane

Tudo começou ontem, no caminho para casa. No rádio Travie McCoy e Bruno Mars começavam e a mamã acompanhou: "I wanna be a billionaire, so f*****g bad, to buy all the things I never had..."
- Não mãe, eu não gosto dessa música! - Interrompeu ele.
- Não gostas?
- Não, não gosto dessa. Gosto da ôta do senhor.
- Qual outra?
- A ôta do cápirane que tu cantas!
Pois!... E de nada valeu até ele ir dormir todas as sondagens que fiz, se era nome de música ou de cantor, se era inglês ou português, que mais a mamã cantava quando dava a música do cápirane... Se era mesmo cápirane, "Cá-pi-ra-ne!" - insistiu ele de todas as vezes que perguntei, mesmo passado horas, ele ainda dizia a mesma palavra. Já percorri mentalmente todas as músicas que ouvimos - normalmente a Comercial - ele gosta de Gotye, também já pensei nas "mixórdias" de todas as manhã mas ele sabe bem a música, o jingle do Palmeirim do "hoje é dia de quê"... nada. Não conseguimos chegar a nenhuma conclusão.
Ainda não estou a dar em doida mas como não dei (nem vou dar tão cedo) o assunto por encerrado, é provavel que para lá caminhe.
Assim em tom de ajuda, aceitam-se sugestões.
Muito grata.

4 comentários:

  1. Vais ver de que do nada, irás descobrir. É sempre assim, quando menos esperamos - voilá!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim que se fizer luz partilharei da minha alegria :)

      Eliminar
  2. E pronto... está feita a descoberta! ;)

    São tão giras estas associações estranhas que fazemos quando somos pequenos, nas nossas cabeças!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E nunca imaginei que a descoberta fosse tão rápida.

      Eliminar

ideias caídas das nuvens