26 de março de 2013

A comissão europeia está a ponderar

E eu digo "a ponderar é que a gente se desentende".
Já não há paciência, já não há saúde.
E o que é que se faz? A quem é que nos queixamos? Não posso crer que estas "coisas" só se resolvam com banhos de sangue. Será que estes senhores não aprendem nada com a história?
Estou cansada e tenho verdadeiramente medo do futuro.
Isto por causa dos depósitos a cima de cem mil euros (aqui).
"Ah e tal, é bem feito, eu não tenho 100 mil euros", pois é, mas há gente que trabalhou uma vida inteira e cem mil euros (eram 20 mil contos aqui há uns anos) é tudo o que lhes resta... e para que conste, eu também não tenho cem mil euros.
Estou farta de bancos, estou farta de políticos, estou farta de entidades reguladoras que só regulam para um lado, estou farta de gente desonesta, estou farta de gente que não tem vergonha na cara, estou farta de oportunistas e o pior é que, para onde quer que se olhe, é só o que se vê.
Desculpem-me o desabafo, mas nunca pensei, sempre vi os meus pais trabalharem de sol a sol para que eu pudesse estudar e tirar o tal do curso superior para que pudesse ser alguém na vida... mal sabíamos nós. Sou alguém, claro que sou, mas sou alguém desta geração que viverá pior, que por nunca ter sido oportunista vivo com um emprego precário, pouco acima do salário minimo e só me posso dar por muito feliz por conseguir ter um rendimento e poder ter o meu filho na escola.
Tenho verdadeiramente medo pelo futuro. Uma geração inteira que se está a perder. Miúdos a deixarem de estudar, crianças com fome nas escolas. Que capacidade de resposta terá esta geração? Que faremos? Que fazemos agora quando ninguém nos ouve?
E quando as fugas de capitais tiverem acontecido? Taxam-se os que tiverem mil euros na conta? Taxam-se todos os que tiverem contas?
Já para não falar nas mais-valias que também não eram taxadas e de um momento para o outro levaram com o rombo dos 28% (se não estou em erro). Não se pode tentar zelar pelo futuro, este país está a saque, quem mais roubar é que ganha, e se roubar sem dar muito trabalho, tanto melhor. Tudo com o aval do Estado, claro.
Este país merecia melhor, nós mereciamos melhor.
Estou tão zangada, já não lhes chega o dinheiro que temos que lhes dar, tiram-nos, roubam-nos.
É tão difícil, chegar até ao final do mês, sempre a fazer contas. E penso em tanta gente a viver bem pior do que eu... como deve ser.
Tenho verdadeiramente medo pelo futuro.
Desculpem-me o desabafo mas, estou zangada... e tenho medo.

1 comentário:

  1. Estamos mesmo entregues aos bichos!!! Assustador!! Bjs e boa Páscoa

    ResponderEliminar

ideias caídas das nuvens